Debate eleitoral tem audiência de 5,5 pontos; E o futebol, 36,9

Honestamente, não tinha pensado em escrever aqui sobre este assunto – pelo menos não exatamente dessa forma. Mas devido a notícia que dá título ao post, não pude me conter. Parece até uma piada de mau gosto, do tipo que você pensa “aháaaa, pegadinha do Malandro!”. Mas não é, meus caros. É o reflexo da realidade do nosso belo país. É triste.

Se você é do tipo que reclama que político é tudo igual – rouba, corrompe, e não vale um centavo – mas não perde a merda da transmissão do futebol pra acompanhar um debate de idéias, valores e conceitos que são do SEU interesse como cidadão, então presta atenção em uma coisa: Você é até pior do que eles. Enquanto pessoas, boas ou não, estão brigando para comandar o futuro do Brasil nos próximos 4 anos, você lava as mãos aos céus. Você, por não se dar o valor (ou não dar a mínima pra nada), acha que é melhor ver um monte de marmanjo com uma bola rolando no gramado – que NÃO vão mudar o seu futuro, NÃO vão garantir o seu emprego, NÃO vão te ajudar com o atendimento nos hospitais, NÃO vão dar educação para os seus filhos – do que gastar um pingo do seu tempo pra prestar atenção em algo que faça diferença. Jogo não faz NENHUMA diferença na porra da sua vida!

Eu sei que isso pode apenas ser uma manifestação isolada – como diversas outras espalhadas pela internet – mas é revoltante constatar que grande parte da população não se preocupa em saber o que vai acontecer em nosso meio, quais são os planos de quem quer governar, quais expectativas podemos ter para o nosso amanhã. E o pior: Esse mesmo bando de ignorantes são os responsáveis por eleger candidatos incapazes, são cúmplices da própria corda que enrolam no pescoço, e ainda se acham no direito de dizer que as coisas ruins acontecem aqui porque os políticos as fazem assim. NÃO! As coisas ruins acontecem porque existem pessoas como VOCÊ que não sabem distinguir a importância de um debate em relação ao futebol, a novela, e a cerveja no bar da esquina. E não estou pedindo abstinência de tais programas. Só acho que priorizar o ideal é uma atitude inteligente – e que está faltando inteligência demais no momento.

Se você concorda, comente aí em baixo (mesmo que seja só pra citar algo que falei), copie  o link e dê RT no Twitter, espalhe essa mensagem às pessoas que você quer impactar de alguma forma. Não importa se a nossa atitude vai gerar uma ondinha ou uma tsunami, o importante é que façamos algo além de ficar de braços cruzados como muita gente já faz!

Comentem.

Anúncios

Sobre Will Pauley

Will Pauley, 23 anos. É publicitário e pseudo-filósofo nas horas vagas. Tem um chinchila de estimação, uma banda com influências de rock japonês, e uma namorada com cabelos bem branquinhos. Gosta de escrever bastante e por isso criou este pra compartilhar um pouquinho de tudo com todos que o visitam.
Esse post foi publicado em Política e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

10 respostas para Debate eleitoral tem audiência de 5,5 pontos; E o futebol, 36,9

  1. eric yuri disse:

    eu ainda tenho minha desculpa ! ehauhau estava estudando para ter uma vida melhor, mas realmente é surpreendente um dado como esse : (

  2. Adonay disse:

    Mano…
    Falar que o País é uma bosta por causa dos é muito fácil…
    agora mexer o dedo preguiçoso para fazer pelo menos algo para mudar o que a PRÓPRIA PESSOA acha que está errado…
    ninguém quer…
    todo mundo que beber…
    jogar
    assistir jogo
    e tudo que não muda…
    mas agora…
    mesmo que não assista o debate político(que realmente é difícil)…
    MAS…pesquisar sobre quem você votará…
    ver o que ELE quer fazer…
    o que ELE VAI fazer…
    o que ele já fez…
    o que ele PODE fazer…
    mesmo que não saiba tudo…
    mas ter conhecimento da pessoa que você está colocando no poder…
    é um pré-requisito para uma política melhor, mais aceitável…
    se tem um corrupto no poder…foi porque nós os colocamos lá…

  3. GuValente disse:

    Olha cara, preciso assumir uma certa culpa no cartório e dizer que não assisti a esse debate na Band por pura e simplesmente saber que os debates nunca influenciaram o meu voto desde quando comecei a minha vida eleitoral.

    Mas acompanho vigorosamente cada movimento dos candidatos desde o primeiro anúncio de sua candidatura à presidência, e é com bastante tristeza que fico sabendo que a audiência do futebol esmagou a do debate. A troca de idéias dos candidatos, e até certo ponto, a troca de farpas entre eles é crucial na hora de conquistar o voto daqueles com menor consciência política.

    E pelo que eu li nos sites, e mesmo no Twitter da galera durante o horário do debate, meu voto não mudou e vc sabe qual é ele. Os eleitores da Dilma parecem que só sabem se defender na base da ofensa e do xingamento, e os do Serra preferem discutir com racionalidade e lógica. E a meu ver, o eleitor é um reflexo de seu candidato. Voto nulo é a forma máxima de covardia pra mim. Aqueles jovens que lutaram e morreram durante o período da ditadura não iriam gostar de saber que muitos de nós jovens preferem a saída fácil e anulam seu voto enquanto eles se ferraram pra conseguir o NOSSO direito a votar.

    E é assim como eu vejo tudo isso e vc levantou uma estatística lamentável sobre a audiência. Lamentável mesmo. Futebol tem toda maldita semana. Eleição presidencial é a cada quatro anos. Depois povo quer reclamar que o Brasil é uma merda.

    I have spoken! \\//

    • Will Pauley disse:

      Olha gente, só pra deixar claro, não estou simplesmente atacando o futebol. Estou atacando a posição cômoda de muita gente que espera dos outros atitudes que eles mesmos não têm. É claro que diversas outras pessoas não assistiram por uma razão ou outra, mas é fácil adivinhar que muitos apenas sucumbem a política do “pão e circo” sem ao menos constatarem que estão ajudando a não se ajudar.

      Sobre sua visão dos debates, Guh, diria que compreendo. Eu por exemplo, hoje, votaria no Serra – nós sabemos que ele foi um bom governador, não é? Mas fiz questão de constatar a ineficácia da retórica da Dilma (ok, nem toda retórica resolve tudo, vide o Obama). Mas, no fim, acabei me deparando com a Marina e a encarando como uma boa candidata. Não sei qual a estrutura do PV pra tomar conta do país, mas ela realmente parece informada e fala muito bem. Até esperava um pouco, mas me surpreendeu mais do que eu esperava.

  4. Lvkss disse:

    É o seguinte… O problema é… É… É… (Puta o que que eu ia falar mesmo?!?!)… (A tá!!!)… É TUDO!

    Eu nem tava ligado do debate presidencial… Minha SANTA IGNORÂNCIA me prejudicou… Mas meu pai tava vendo um jogo tbm… Num faço questão de assistir um debate ou jogo de futebol eu irei votar pela primeira vez… LOL… Espero num ferrar o país… Mas irei pesquisar a respeito do meu candidato… ^^ PT NEVER!!!!

    Concordo de FATO com o Guh sobre o direito de VOTAR, foi algo que gerações passadas lutar e alguns perderam suas vidas para nos DAR esse DIREITO e SÓ DA MERDA…><''

    Meu medo é que a Dilma ganhe… Num vo votar nela, mas o PT… Ela ajudou vários "elementos" no passado e é analfabeta, desligada… Quer MARIONETE MELHOR QUE ESSA?!?! Se elafor eleita o Lula práticamente teria seu 3º mandato… Ela receberia votos do marginais, analfabetos e dá classe trabalhadora por conta dela ser "PET" do Lula…

    Vou falar a verdade estou querendo ajeitar um trabalho bom, para poder sair deste país… Pretendo pular forá deste barco antes que afunde mais.

    Democracia deo Brasil é práticamente igual a da antiga ROMA… Pão e circo e a justiça é dos que têm capital. Precisamos de um NERO aqui também.

    Creio que eu tentei escrever mais que o Guh…
    Me perdoe pelos ERROS… Mas tah ai um pouco da minha opinião…

  5. Mila disse:

    “E a meu ver, o eleitor é um reflexo de seu candidato. Voto nulo é a forma máxima de covardia pra mim. Aqueles jovens que lutaram e morreram durante o período da ditadura não iriam gostar de saber que muitos de nós jovens preferem a saída fácil e anulam seu voto enquanto eles se ferraram pra conseguir o NOSSO direito a votar. ”

    O voto nulo pode até parecer covardia, mas comparando com o nível de conhecimento da maioria que reclama, votar nulo, faz com que eleição se torne no mínimo mais sincera, excluindo os que estão nem ai. E também levando em conta que o voto obrigatório é péssimo, isso deveria ser algo que cada um queresse fazer, não sendo imposto pelo o governo, mais isso, do jeito que anda hoje já não tem como mudar. E até mesmo pode ser usado como forma de protesto para isso mudar um dia, tudo é relativo.

    Mas, voltando ao dado de que o futebol que a audiência foi maior, isso infelizmente não vai mudar tão cedo, nem todo mundo foi educado culturalmente, internet, jornal e tv são os meios em que mais divulgam assuntos que geral deveria estar se importando, mas não em qualquer um desses meios todo mundo só quer saber de ver a vida do outro, e bláblá. Certo, também deve ser utilizado para ‘lazer’ mas ai vai da educação de cada um para procurar o que interessa.
    Maaaaaas, como pra politico, gente mal informada, é melhor… eles no momento, são os que menos se importam. Mas o incentivo quanto a participar das eleições, saber sobre os canditados, isso tem aumentado, já é alguma coisa… mas enquanto isso parte da massa ainda quer saber de futebolzinho e reclamar depois.

  6. E depois o brasileiro quer reclamar do presidente. Isso é Brasil.

  7. Priscila disse:

    Ao invés de ver um jogo de futebol onde ninguém que está lá mudará algo na sua vida, você pode assistir um debate político de pessoas que “NÃO vão mudar o seu futuro, NÃO vão garantir o seu emprego, NÃO vão te ajudar com o atendimento nos hospitais, NÃO vão dar educação para os seus filhos”.
    Simplesmente porque os presidenciáveis que temos pra escolher são uns piores que os outros, além do fato de que quem dá educação pros filhos são os pais, os mesmos pais que acham que isso deve ser obrigação do Estado e os mesmos pais que elegem essa corja toda pra política porque não estão nem aí e principalmente os mesmos pais que acham que VOTO OBRIGATÓRIO É DEMOCRACIA. Não é. Isso é cercear a liberdade, quem não dá a mínima pra política poderia simplesmente exercer a sua liberdade de cidadão e não votar, mas é obrigado, acaba ferrando com todo mundo. Então não importa quem seja eleito, os candidatos que tão aí são pior do que incapazes e a culpa, segundo vc, vai ser de todos.

    • Will Pauley disse:

      Meia verdade, Pri. Já houve épocas com candidatos melhores, e acredito que alguns outros nomes pudessem disputar a presidência com mais credibilidade. Porém, é ignorância você dizer que não vai mudar nada. Só o fato de escolher entre PT ou PSDB já significa bastante coisa. Pergunte quem os empresários preferem à presidência ou quem agrada mais o pessoal de carteira assinada. São visões diferentes, só pra citar um ponto. Dê uma olhada na gestão de transporte público de São Paulo e compare com o Rio de Janeiro, por exemplo. É outro ponto. E posso até citar o ProUni. Me ajudou muito à chegar e concluir uma faculdade. Haveriam diversos pontos que, por mais homeopáticos que sejam, são distintos e podem SIM influenciar sua vida.

      E se você acha que tá tão ruim, ainda pode votar nulo. Se mais da metade do eleitorado escolher essa opção, automaticamente a eleição seria cancelada e exigiria novos candidatos, sabia? Eu concordo 100% com o aspecto que voto não deveria ser obrigatório, porém, achar que não faz a mínima diferença é apenas o que os políticos querem que você pense. Ou não pense.

  8. Petrucchio disse:

    Melhor ver o filme do Pelé!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s